Exposição Poemadilhos começa quarta-feira em Campo Grande

02/07/2013

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul inaugura na quarta-feira (3 de julho), às 19h30, na Galeria Wega Nery do Centro Cultural José Octávio Guizzo a exposição “Poemadilhos”, da videomaker e jornalista Jamille Fortunato. A entrada é franca.

“Poemadilhos” apresenta em torno de 50 poemas trocadilhados, com poesia visual, concreta, cômica e irreverente, inspiradas na hermenêutica subliminar das palavras entre si e por si só. Um verdadeiro jogo lúdico de palavras. Em sua maioria, os Poemadilhos (poema + trocadilhos) são poemas visuais, para serem vistos e não recitados. Por isso a necessidade de explorar diversos formatos para representá-los.

A exposição abre uma campanha que será lançada em Campo Grande por Jamille Fortunato e parcerias: espalhar poesia não somente em uma galeria de arte, mas também, pelas ruas, através do stencil, lambe–lambe e grafite.  O nome do movimento é “Neste Campo Grande Cabe Poesia”.

A idéia conta com a parceria do Espaço Imaginário, Imaginário Maracangalha, Coletivo Kombi’s, Touché Camisetas e demais interessados, que produzirão conjuntamente os stencils e lambe-lambes e posteriormente sairão pelas ruas, espalhando poesias nos espaços públicos autorizados.

“O objetivo é que em cada encontro produzam-se materiais poéticos de artistas diferentes, até que o projeto ganhe vida própria e possa caminhar sozinho. É um desejo/ambição de transformar em costume a leitura e feitura de poesias pelas ruas de Campão”, explica a artista.

Jamille Fortunato nasceu em Salvador (BA), é videomaker, arte-educadora e produtora audiovisual formada em Jornalismo na Bahia e especializada em Cinema, Arte Urbana e Escrita Dramatúrgica em Buenos Aires, na Argentina. Desde 2003 vem trabalhando com Cinema, Televisão, Documentários, Publicidades, Video-clipes, Curtas e Longas Metragens (Capitães da Areia, Quincas Berro d’água…), além de produções independentes e experimentais.

Atualmente é sócia-diretora da empresa “Tenda dos Milagres Produções Artísticas” juntamente com Cecilia Amado (RJ) e Lara Belov (BA), onde desenvolvem uma série de Projetos Audiovisuais pelo Brasil. Além disso, Jamille atua como arte-educadora no Projeto “Memórias do Futuro” do Espaço Imaginário em Campo Grande (MS).

A artista usa a Arte Urbana através de técnicas de lambe-lambe e stencil para expressar seu incentivo literário como designer de poemas.  Depois de algumas instalações pela Bahia, o Sarobá de Maio do Grupo Imaginário Maracangalha foi sua porta de entrada em Mato Grosso do Sul, onde expôs no Varal Literário poemas selecionados da série “Poemadilhos”.

As exposições da Galeria Wega Nery têm a proposta de divulgar a produção artística contemporânea tanto local como de outros estados, dando visibilidade para artistas iniciantes ou consagrados, que desenvolvam trabalhos em harmonia com as linguagens atuais da arte.

 

Serviço: A exposição permanece aberta até o dia 1º de setembro e as visitas podem ser feitas de terça a sexta, das 8h às 21 horas. A entrada é franca. Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na rua 26 de Agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1795.

VOLTAR PARA AGENDA

+ AGENDA