Inscrições para a Oficina de Fotografia e Documentário

16/07/2013

Financiado pelo Fundo Municipal de Incentivo a Cultura (FMIC), da Fundação Municipal de Cultura e Prefeitura de Campo Grande, o projeto promove a fusão de um programa de capacitação e produção de artes dramáticas, oficinas e projeções de fotografia e cinema, ao processo de desenvolvimento social da Comunidade Quilombola São Benedito, de grande relevância na história de Campo Grande. Realização Pontão de Cultura Guaikuru em parceria com a Associação dos Descentes da Tia Eva.

Exercitar o olhar, o pensar, o fazer e o compartilhar é o que se apresenta como estímulo e desafio aos participantes.

A Oficina de Fotografia Olhar não Natural, será ministrada pela fotógrafa e professora Vânia Jucá, é destinada aos moradores da Comunidade Quilombola São Benedito, crianças a partir de 12 anos, jovens e adultos interessados em revelar sua visão sobre o mundo que o cerca por meio da fotografia. Serão quatro dias de encontro no Salão Social Tia Eva, totalizando 14 horas, de 25 a 28 de julho. Para Vânia Jucá: “Os alunos serão estimulados a ver com \\\\\\\"novos olhos\\\\\\\", através do aprendizado e da prática irão mostrar a realidade que os rodeia, fotografando pessoas e ações que fazem a diferença no dia a dia da comunidade.”

O Curso de Cinema Documentário Campo Grande Meu Amor, em sua segunda edição, será de 01 a 10 de agosto, e vai introduzir o tema do cinema documentário, os conceitos , os princípios e prática da realização estimulando o olhar criativo, inovador, crítico e sensível do participante sobre a cidade onde vive. Reunirá o conhecimento dos cineastas, o boliviano Iván Molina e a campo-grandense Marinete Pinheiro, na condução do ensino aprendizagem. Ela, que esteve a frente da primeira edição do curso em 2011, comenta que “ Foi muito gratificante ver que depois do projeto algumas pessoas que tiveram o primeiro contato com audiovisual no curso, se engajarem em atividades relacionadas. E, esta edição, além de ampliação nas atividades, tem também como ministrante o Iván Molina, que traz uma bagagem profissional nova, diferente e tem uma vasta experiência em produção e formação.”

Para Iván Molina, Diretor da Escola de Cinema e Arte de La Paz, Bolívia, que já estevem em Mato Grosso do Sul em outras atividades do Pontão Guaikuru, “o curso oferece um espaço de criação artística, um trabalho coletivo, com o método aprender e ensinar fazendo, em uma ponderação dinâmica para ser, fazer, conhecer e o impacto deste processo na sociedade imediata, Campo Grande. Os filmes produzidos vão revelar a auto-identidade dos habitantes da cidade.”

O resultado será o DVD Campo Grande meu amor composto de vários curtas num fio de convergência único tendo Campo Grande e seus moradores como cenário, personagens e/ ou foco temático. Os filmes serão exibidos em diferentes meios e localidades durante a semana do aniversário da cidade, de 26 a 31 de agosto/13.

VOLTAR PARA AGENDA

+ AGENDA