Educadores da BA, CE e MG ministram oficinas no Espaço

Lydia Hortélio (BA), Gandhy Piorski (CE), Vinícius Cabral e Igor Amim (MG) virão ao Mato Grosso do Sul contribuir na formação dos jovens do Projeto Memórias do Futuro – em  conjunto com educadores do estado

Os 20 jovens integrantes do Memórias do Futuro recebem oficinas de sensibilização do olhar, cultura da infância e jovem jornalista na próxima semana no Espaço Imaginário – Centro de Convivência e Cultura da Infância. As oficinas vão capacitar os jovens para pesquisar e produzir conteúdos audiovisuais sobre a infância nas comunidades que fazem parte.

“Durante as oficinas os meninos e meninas do projeto serão orientados sobre a pesquisa que irão realizar em suas comunidades. Começarão aos poucos compondo um painel e descobrindo sua própria identidade cultural, a cultura da infância, sua vida em sociedade e seu papel na comunidade”, explica Lia Mattos, coordenadora pedagógica do projeto.

Oficinas

A Cultura da Infância será tema das oficinas ministradas pela educadora e etnomusicóloga Lydia Hortélio (BA) em conjunto com Lia Mattos, que além de coordenador o projeto é fundadora do Espaço Imaginário. Lydia é referência na pesquisa sobre a cultura da infância e o direito de brincar. Entre os trabalhos da Baiana, destacam-se a pesquisa “O Som da Infância em Serrinha” (que reúne quase 600 brincadeiras cantadas) e os CDs “Abra a Roda– Tin dô lê lê” e “Ô Bela Alice”.

Um dos maiores nomes da arte de construir o brincar, o pesquisador e artista plástico do Ceará, Gandhy Piorski, vai cuidar das oficinas sobre “lugares do brincar” e “construção de brinquedos”. O educador cearense vai unir sua experiência com a Família Jordão – família de artistas plásticos de Campo Grande. O acervo de Gandhy é um show a parte e traz diversos tipos de brinquedos como os de balata (espécie de látex/seringa), bonecas de pano, brinquedos indígenas, carros de lata, brinquedos de miriti e os tradicionais.

As Tecnologias da Informação e comunicação (TICs) vão ficar com Vinícius Cabral e Igor Amim, da AProdutora de Minas Gerais. Nas oficinas de TICs, os jovens vão aprender como produzir audiovisual com celulares, selecionar editar e postar esse material nos meios de divulgação online, como o portal, o blog ou o canal do youtube do projeto.

Jovens Jornalistas

A oficina de Jovens Jornalistas fica com a Gira Solidário, uma das maiores referências de comunicação voltada para defesa do direito da criança e do adolescente. A jornalista Fernanda Pereira, uma das responsáveis pela revista Viração, vai abordar com os jovens do Memórias do Futuro como produzir de forma conteúdos de relevância social voltados para a infância sob o ponto de vista do jornalismo. Entre os temas, o Estatuto da Criança e do Adolescente será um dos mais esperados.

+ NEWS